Namestitev mPDF brez skladatelj – Poročila v PDF s PHP

Na mPDF Ustvari PDF iz HTML/CSS z nizko krivulja učenja. Ideja tukaj je, da bi se mPDF dela ne imetje umestiti skladatelj na strežniku.

Uvod

Hoje em dia já não me vejo programando sem usar o Composer. Ele te permite gerenciar de forma consistente inúmeros módulos/scripts criados por terceiros e que estão disponíveis em https://packagist.org/.

Com o Composer você pode não apenas instalar e atualizar pacotes facilmente, mas também manter sincronizado automaticamente quaisquer dependências com outros pacotes utilizados na aplicação. Além disto, já tem prontinho o autoload, permitindo carregar suas classes PHP sem necessidade de fazer include/require.

Mas este não é um Post sobre Composer :P Vamos ver como instalar e executar o mPDF, uma biblioteca PHP para gerar PDF utilizando-se de código HTML. Na mPDF tem lá seus contras, mas o interessante é que você basicamente precisa apenas montar seu HTML e com mínimo esforço já terá condições de convertê-lo para PDF.

Problem

Ao que parece, nas novas versões, é preciso do Composer para instalar o mPDF. Tako, o recomendado é que você de fato passe a usar o Composer em sua atividade de desenvolvimento.

Daí vem a pergunta: e se eu não tiver como instalar o Composer no servidor? V tem primeru, vamos utilizar de uma artifício: instalar o Composer localmente e então subir (upload) para o Servidor a pastaVendor“. Nestas condições seu Composer vai ficar parcialmente inoperante, mas ainda assim vai tornar possível o uso do mPDF.

Rešitev

A instalação do mPDF pelo Composer é muito simples. Vá ao site https://getcomposer.org/download/, baixe e instale o Composer.

Uma vez que tenha o Composer instalado, basta abrir o Terminal (command) e acessar o diretório da sua aplicação (dentro de www/ ou htdocs/, na primer), e então rodar o seguinte comando:

$ skladatelj require mpdf/mpdf

Note que na raiz do diretório da sua aplicação será criado uns arquivos, como composer.json in composer.lock, bem como o diretórioVendor/“. Agora ficou fácil! Você já tem tudo que precisa para seu mPDF funcionar.

Pegue a pasta Vendor e envie para o seu Servidor. De preferência, coloque-a na raiz e crie um arquivo index.php (também na raiz) para testarmos o mPDF contendo o seguinte código:

1
2
3
4
5
<?PHP
require_once __DIR__ . '/vendor/autoload.php';
$mpdf = nove mPDF();
$mpdf->WriteHTML('<h1>Hello world!</h1>');
$mpdf->Output();

Velja to, se tudo der certo, irá aparecer um PDF escritoHello World!“.

Poročila v PDF s PHP

Relatório não é a finalidade deste Post, mas aproveito para registrar algo mais. Se você precisa gerar relatórios, uma opção é embutir seu CSS/HTML no arquivo PHP e então passar o código para o mPDF fazer o trabalho duro, assim por exemplo (Ver saída na Figura 1 pod):

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
32
33
34
35
36
37
38
39
40
41
42
43
44
45
46
47
48
49
50
51
52
53
54
55
<?PHP
require_once __DIR__ . '/vendor/autoload.php';
ob_start();
?>
<slog>
    Tabela, th, TD {
        border: 1px solid black;
        border-collapse: collapse;
        padding: 5px;
    }               
    table tr:n-otrok(čudno) {
      barva ozadja: #eee;
    }  
    table tr:n-otrok(celo) {
      barva ozadja: #FFF;
    }   
    table thead th {
      barva ozadja: #CCC;
    } 
    table tfoot td {
      barva ozadja: #CCC;
    } 
</slog> 
<h1>Meu Relatório</h1>
<table align="center">
    <THEAD>
        <tr>
            <th>ime</th>
            <th>Starost</th>
            <th>E-pošta</th>
        </tr>
    </THEAD>
    <tfoot>
        <tr>
            <td colspan="3" align="center">Copyright ® 2017</TD>
        </tr>
    </tfoot>>    
    <TBODY>
        <tr>
            <TD>Taylor</TD>
            <td align="center">43</TD>
            <TD >taylor@amail.com</TD>
        </tr>
        <tr>
            <TD>Portela</TD>
            <td align="center">47</TD>
            <TD>portela@bmail.com</TD>
        </tr>        
    </TBODY>
</Tabela>
<?PHP
$HTML = ob_get_contents();
$mpdf = nove mPDF;
$mpdf->WriteHTML($HTML);
$mpdf->Output();

Fig. 1 – Arquivo PDF de saída referente à injeção de código CSS/HTML (acima) processado pelo mPDF

Obviamente você pode estruturar melhor o código colocando o CSS/HTML em um arquivo de template separado e carregá-lo para dentro da chamada do mPDF.

Enfim, agora é com você! Dê uma lida no Manual do mPDF e fique por dentro da forma de uso e compatibilidades.

Skupaj zadetkov: 194

pusti odgovor

Na vaš e-poštni naslov ne bo objavljen. Zahtevana polja so označena z *